29 de maio de 2009




Nunca Mais Terá Sede

Pr. Olavo Feijó

João 4:14 - Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.

A água oferecida por Jesus não se compara com a de nenhum poço ou de nenhuma fonte. Foi isso que Ele afirmou, à mulher samaritana: “Quem beber da água que Eu lhe der nunca mais terá sede” (João 4:14).

Nossa visão das coisas espirituais costuma ser tão limitada quanto nossa visão das coisas materiais. A sede é um bom exemplo. Ela é uma constante em nossa vida e, por isso, precisa ser mitigada continuamente.

Falando da sede espiritual, Jesus mostrou a semelhança e a diferença. Semelhança, porque a sede espiritual precisa ser saciada. Diferença, porque a qualidade da “água da vida”, oferecida pelo Cristo, é de natureza definitiva, por causa da sua qualidade divina.

Foi nesse contexto que Ele declarou à mulher samaritana que “nunca mais terá sede ”aquele que “beber da água que Eu lhe der”. A “água” proveniente de Cristo não apenas mitiga a sede: ela elimina a sede completamente. Ao ponto de transformar a pessoa antes sedenta em fonte “a jorrar para a vida

Um comentário:

Edimar Suely disse...

Boa noite anjo,O poder da Lágrima""
Você já pensou na força e no poder da lágrima?
Pense agora um pouco no que vale esta gotinha de sentimento que nasce na genuína fonte do seu ser emotivo e cai dos seus olhos como expressão de você mesmo.
Ela é o retrato molhado do sofrimento, do mesmo modo como é a doce resposta do amor e da felicidade. Ela vem dizer cá fora tudo o que você está sentido lá, bem no fundo do seu ser. Ela é o brilho de uma dor que o Pai abençoou, mas é também a melhor prova do agradecimento pela alegria sentida.
A sua lágrima é a linguagem mais eloqüente da sua sinceridade

Smack!

Edimar SZuely
jesusminharocha.blig.ig.com.br