28 de janeiro de 2009

O Deus que se importa




Estávamos na semana do Natal (2008), e em casa havia correria e agitação. Parávamos apenas para nos alimentar, e descansar já tarde da noite, ou melhor, bem cedo do dia seguinte, plena madrugada; devido a tantas coisas para se fazer. A agitação foi tanta que parece que nem tivemos tempo para pensar em outra coisa. Mas não foi assim.
Eu não dizia a ninguém como me sentia quando os pensamentos movidos pelas dificuldades que eu estava enfrentando teimavam em pairar por minha mente. Ficava imaginando, como se pudesse ver a cena em minha frente, quantas pessoas tinham colocado seus problemas um pouco de lado para festejarem o fim de ano, mas depois teriam de reencontrá-los para resolvê-los. Para quantas o ano não nasceria tão novo assim, pois teriam de lidar com situações ocorridas nos meses do ano antigo, que ainda necessitavam de resolução. A angústia apertava meu peito, acompanhando esses pensamentos. Eu era uma dessas pessoas.
Já havia tentado tanto! Deus estava me provando, eu sentia.
Cada dia era mais angustiante, mais incerto. Procurava me animar, manter a fé de que Deus não me abandonaria, não me deixaria perecer, como é promessa Dele, registrada na Bíblia, de não abandonar os Seus. Mas a prova apertava a cada semana. Meu coração estava tão doído! Só Deus podia me ajudar!
Prendia um grito desesperado por chamar a Deus, perguntar onde Ele estava, perguntar se Ele não se importava. Mas Ele se importava sim. Ele estava se importando sim. Eu tinha que crer. Crer sem ver! Crer antes de ver! Mas estava tão doloroso! Senti-me tão humilhada. Tantas vezes parecia não ter saída. Mas Deus esteve lá, enviando provisão e me sustentando.
E assim eu estava levando aquela situação, em que tinha colocado tudo de mim para resolvê-la, e por meses, mas não havia obtido o resultado esperado. Era uma provação. Eu tinha que esperar. Eu tinha que crer, o suficiente para ver com meus olhos espirituais e já agradecer a Deus pela resolução, crer para ver com meus olhos físicos o milagre concretizado!
Houve dias em que senti que estava pesado demais. Então dentro de mim eu falei com Deus, que precisava ver ao menos um pouco do que Ele estava fazendo em oculto por mim, pois eu estava sofrendo muito. Abri um documento em branco no computador e escrevi, aos prantos: "Como acreditar sem ver?". E em seguida senti Deus falar ao meu coração, e digitei na linha debaixo: "É preciso acreditar para ver!".
Deus sabia o que eu estava passando. E do que eu precisava. Sim, Deus se importa! Ele se importa conosco! Ele se importa com o que é importante para nós!
Ele se importa quando nos sentimos preocupados. Ele se importa quando nos sentimos tristes. Ele se importa com as nossas necessidades. Ele se importa com o que almejamos em nosso coração.
Ele se importa em nos ver sorrindo. O Deus que se importa é que colhe as nossas orações. Mesmo nos momentos em que estamos orando e algo nos leva a questionar em nosso interior se nossas palavras estão sendo ouvidas, se Deus está ali mesmo, Ele está colhendo as nossas orações.
Deus se importa quando passamos por adversidades. Ele não fica indiferente aos nossos sentimentos. Não! Deus de importa de verdade conosco!
Ele se importa o suficiente para não nos deixar viver um ano igual, as mesmas situações de sofrimento, os mesmos problemas a enfrentar; tudo Ele quer transformar e fazer diferente para nós! Em tudo Ele quer nos dar a vitória, e nos fazer felizes!
O Deus que se importa aniquilou os problemas pelos quais passei, disse "Basta!" para o que me assolava, e me deu a vitória. Ele quer fazer isso na sua vida também! Aceite este Deus vivo em seu coração! O Deus que é sensível aos nossos sentimentos! O Deus único, verdadeiro, que tem interesse em nos ouvir, em estar perto de nós, em levar e cuidar de nossas preocupações por nós para colocar paz em nosso interior; que tem interesse em escutar os assuntos, dificuldades, angústias, que queremos compartilhar com Ele. Aceite em sua vida o agir do Deus que se importa com você! Abra o seu coração!
Se você está entre essas pessoas que eu citei, como eu também estive, tendo que lidar com problemas ocorridos no ano anterior, entregue-se a Deus, entregue suas necessidades a Deus! Creia que você pode sair dessa situação! Ele tem poder para resolver os problemas que te assolam. Ele tem poder para dizer "Chega!" ao que te aflige. Creia! Busque-O! Confie Nele!
Deus envia provisão! Deus transforma a situação! Ele é maior!

Mas Sião diz: O Senhor me desamparou, o meu Senhor se esqueceu de mim. Pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti. - Palavras de Deus através do profeta Isaías, capítulo 49, versículos 14 e 15.

"...Há um sonho, uma voz
Dizendo: 'os teus sonhos também são meus'...

Os teus sonhos são meus / Teus problemas são meus
Tua vida também é minha vida
Eu de ti cuidarei / Nunca te deixarei
Os teus sonhos eu realizarei

Vou te levar, te conduzir
E quando você alcançar
Saberás que em todo tempo
Eu estive ao teu lado"

Trechos da música "Sonhos", cantada pelo cantor gospel Chris Durán.


No Amor de Jesus,

Jacqueline Collodo Gomes.

Viva a Vida com Jesus
http://www.vivavidacomjesus.com

2 comentários:

sandraregine1 disse...

Olha q palavraaaaaa!1 Amém querida eu recebooooo bjss no coração amo vc

Lucinha disse...

Wilmaaaaaa parabéns menina.. primeiro quero pedir perdão pela demora em voltar em lhe visitar, a correria tá sendo grande aqui.. afff. mas nao esqueço nao viu.. segundo parab´rnsd pelo lindo post.. 3 aguardo vc em sonhos sentindo tb sua falta por lá.. desejo uma noite linda e uma semana cheia de carinhos..A paciência é uma qualidade fugaz.
Queremos o que queremos quando queremos.
Felizmente, nossas vontades só são realizadas
no momento certo.
Mas a espera nos dá a impressão de que nossas preces
não foram ouvidas.
Precisamos acreditar que a resposta virá na hora certa.
Já pensou como nossas vidas seriam diferentes hoje se os pedidos de semanas, meses, anos atrás tivessem sido atendidos na mesma hora?
Cada um de nós percorre um caminho único,
com lições especiais.
Assim como um bebê precisa engatinhar antes de andar,
nós temos de ir devagar,
dando os passos certos rumo ao crescimento.
A frustração só existe porque nosso relógio
funciona num tempo diferente do de Deus.
Mas podemos ter certeza de que nossas preces serão atendidas algum dia, em algum lugar, e para o nosso bem.
beijossssssssss